Ligue 112 em caso de Passos Coelho. Ligue 707 para o ajudar. Participe no concerto em memória de sua memória. Envie bolachas em fila indiana para a São Caetano.

A coragem de Pedro Passos em manter-se à frente do partido depois de ganhar eleições e perder maioria e Governo não se lhe venera: podia ter corrido bem. Há dignidade na insistência. Daqui não sai porque ganhou a maioria dos votos – o que é verdade.

Pero, hay sempre um ‘pero’, triturado pelo partido, qué voraz nas ambições de poder, educado por Cavaco e consignado a Durão, por uns anos, o PSD não perdoa. Quem se mete com o PS, leva. Quem falha ao PSD, morre. Santana, Menezes, Salgueiro, Mota Pinto, Marcelo, Mendes, Ferreira Leite. Tudo deitado fora pelo aparelho que deseja o hedonismo poderácio e que se encontra deprimido quando longe da palhota onde se assinam coisas poderosas.

Pedro Passos, com quem almocei umas vezes e entrevistei outras tantas, apesar de ter sido um condicionado mau primeiro-ministro, era boa pessoa há 20 anos. O pai escreve bem, o que só indica uma educação interessante. Mas castrado pelo partido, onde lhe dão maiorias à Coreia do Norte, mas depois o mordem na mão e nas pernas e nas costas, foi enganado pelo candidato interesseiro a Pedrógão. Não teve culpa, acreditou no seu “companheiro” e fez asneira.

Nas autárquicas ser-lhe-à pedida a cabeça, depois de os que lhe vão dar a faca terem dito que não se candidatavam a lado nenhum. Os que o traíram agora são os que o matarão. Mas votaram nele, na cobardia habitual das grandes massas, porque faltavam anos e anos para voltar ao poder e, ainda assim, ironia das ironias, ele, Pedro, que se “queimasse”. Esquizo, o PSD parece estar e não estar de acordo com o governo do PSD.

Lá vai ele embora, o sol põe-se, a 1 de Outubro a última vítima da Troika será Pedro Passos, ele mesmo, como nos filmes onde o assassino é morto pelo mandante por outro assassino, uma vez que sabia demais.

Acordará com a cabeça do cavalo na cama e dirá, em Massamá, que o mundo é injusto e ingrato. É. A gente sabe porque levou com o mundo em cima.

Mas sabemos bem que Pedro Passos não será piegas, sairá da zona de conforto e passará a produto de exportação.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s