Ah! Hipocrisia, vergonha e moral. Ah, Salvador, grande peido que não deste e devias ter dado. Ah Bocage, Ah Cesariny, Ah Henrique Leiria, Ah Abel Raposo e tua “Sinfonia de Flatos”.

O que não arde cura, Salvador. Bela ameaça. Morra o Dantas, pum!, ao sabor do metano, que o país é mesmo assim como pensas: amam-te porque vais morrer – o peido mestre. Adoram-te porque ao te peidares a massa imensa diz logo “coitadinho, está doente, já lhe chegou aos intestinos”. Mas ao anunciar o peido, ao não-peidar mas ameaçar, vão as vaporosas damas sucumbir e os senhores doutores, que gamam fortunas e exploram mais-valias, ficar assoberbados da moral beata dos salões das bolsas e das alas dos crismas.

Essa plateia que se estende agora moral não tem peida nem bufa. Bufos outrora e ainda, serpeiteiam o metano nas reuniões e fazem ranger as cadeiras no chão para disfarçar quando se largam. À beirinha. Mantendo-se oblíquos com sorriso de santo e maneiras de bode.

Em vez de dizerem “aplaudam peido a vir”, circundam-se a si mesmos nos elevadores para, abre a porta do terceiro andar, se bufarem para as escadas, pensado que não levam calças nem saias.

Salvador, eles não sabem, porque não o fazem, o que é o prazer do pum quando finalmente fazes traque com o namorado  na cama. Eles nunca se riram do peido vaginal, do peido com  a peida para fora da cama, com o peido sacana no carro de janelas fechadas. Sabem lá eles o que é arte. Usam portugal na lapela mas esqueceram-se da Banda do Casaco

Natação obrigatória
na introdução à instrução primária
natação obrigatória
para a salvação é condição necessária
não há cu que não dê traque

D. Sebastião nunca se peidou! Muito menos D. João II. O mostrengo só se peidava sem barcos à vista e quando Pierre-Thomas-Nicolas Hurtaut escreveu “A Arte do Peido” inda Bocage era, e esse setubalense sonetava

“Vae cagar o mestiço e não vae só;
Convida a algum, que esteja no Gará,
E com as longas calças na mão ja
Pede ao cafre canudo e tambió:

Destapa o banco, atira o seu fuscó,
Depois que ao liso cu assento dá,
Diz ao outro: “Ó amigo, como está
A Rittinha? O que é feito da Nhonhó?”

“Vieste do Palmar? Foste a Pangin?
Não me darás noticias da Russu,
Que desde o outro dia inda a não vi?”

Assim prosegue, e farto ja de gu,
O branco, e respeitavel canarim
Deita fora o cachimbo, e lava o cu”.

E tu não foste tão longe, ó Sobral, apenas lhes disseste que tinham o mau gosto das carneiradas, que há um ano fazias com a boca e ninguém te ligava e agora se o fizeres com o traseiro, no Meo Arena, até palmas te batem. Mas eles não perceberam, porque o peido,

o peido, Salvador,

o peido que tu não deste, não deste tu, foram eles,

Pum! Traque!

Viva o Mário-Henrique, que os topou:

A MINHA QUERIDA PÁTRIA

os camões
os aviões
e os gagos-coutinhos
coitadinhos

a pátria
e os mesmos
aldrabões
recém-chegados
à democracia social
era fatal

a pátria
novos camões
na governança
liderando
as mesmas
confusões
continuando
mesmo assim
as velhas tradições
de mau latim
da Eneida

enfim
sabem que mais?
pois
vou da peida

 

Anúncios

36 thoughts on “O Peido Salvador

  1. Deixar os meus parabéns pelo excelente texto, aliás, nestes tempos cinzentos foi o melhor que li. A Imprensa Escrita tem, na verdade, uma posição (se calhar também a recuperar) mas, os melhores.resistem e continuam o caminho de interesse público. Partilhei este saudável apontamento fazendo-o chegar a pessoas que, indiscutivelmente, sabem ler com sentido critico. O retorno foi surpreendente.Fizeram chegar longe. Eu, pelos meus meios já cheguei ao Canadá e ao Brasil. Adorei a escrita (e o conhecimento) para traduzir tão interessante matéria..

    Aliette Martins

    Gostar

  2. Senhor obrigado!!!
    Descobri um sítio de ideias perigosas.
    Tenho uma ideia destas por dia, talvez tenha onde semear alguma.
    Sim, que eu para desenvolver não tenho geito. LOL
    Quanto à vaca quente: Será que se faz assim de parvo às vezes, ou que é mesmo? Se fôr tem direito a integração social como qualquer idiota quer se peide quer não. Veja-se o Plano Nacional para a Saúde Mental que explica claramente que os doentes devem ser integrados. Beijinho.

    Gostar

  3. O Salvador Sobral é genuíno, muitíssimo inteligente, topa a hipocrisia a milhas de distância. E na verdade, o que os criticam ferozmente, não entenderam a mensagem que ele pretendeu passar com aquele remoque, sem papas na língua. Muito portuguesmente.
    Foi fabuloso!

    Gostar

  4. Engraçado… Nunca penso no Salvador doente. Vejo nele um homem carinhoso, talentoso e lindo e NUNCA um coitadinho. E não , não gostei da peidopiada …

    Gostar

  5. Parabéns!!!!
    Adorei…, somos uma cambada de hipocritas!!!
    Tão depressa amamos, como odiamos, tão depressa, tão depressa que nem nos lembramos do que fizemos ou dizemos.
    Não há humor, não se sabe interpretar, não se lêem as entrelinhas….. somos pobre de espírito!!!
    Adoro peidar-me!!! E peido-me, quando me apetece……Quem não me aplaudir… que tape o nariz!!
    Por vezes sou Salva por um peido libertador…
    Bem haja o peido…!!!

    Gostar

  6. Muito bem Aliette….”BASTA PUM BASTA!

    UMA GERAÇÃO, QUE CONSENTE DEIXAR-SE REPRESENTAR POR UM DANTAS É UMA GERAÇÃO QUE NUNCA O FOI! É UM COIO D’INDIGENTES, D’INDIGNOS E DE CEGOS! É UMA RÊSMA DE CHARLATÃES E DE VENDIDOS, E SÓ PODE PARIR ABAIXO DE ZERO!

    ABAIXO A GERAÇÃO.”. Obrigado. Adorei!

    José Rodrigues

    Gostar

  7. Enquanto lia este texto, dei três sonoros peidos, aliás, não estou de acordo que, quem dá um peido, está mal da barriga, tudo depende da sonoridade do peido, penso até, que um peido bem cantado, é sinal de boa saúde intestinal…

    Gostar

  8. Aliette Martins
    30 min ·

    * Por favor que se distinta que o INSULTO não é o mesmo que COMENTÁRIO. Faça-se a leitura do texto e, se entenderem, que, o comentário seja – positivo ou negativo, de respeito. Nada do que está dito subscrito deve levar a outra realidade que não seja BOM SENSO. CRITICAR poderá ser uma AJUDA, se bem fundamentada. Chamar “PALHAÇO A ALGUÉM” É INSULTO não é COMENTÁRIO e é, isso sim, CRITICÁVEL.

    * Poderá ler a totalidade do texto neste espaço

    …………………………………………………………..

    “O PEIDO SALVADOR”

    “o peido que tu não deste, não deste tu, foram eles (…)”

    Pum! Traque!

    Gostar

  9. Expelir ar dos intestinos e um mal benefico aos intestinos assim como o arroto e para o estomago sao coisas normais do corpo humano,teem de se deixar sair do corpo para nao desencandear problemas maiores de saude mas na educacao que me foi dada tambem me encinarao a evitar fazer quer uma coisa, quer outra, diante de alguem que nao ouvesse intimidade e confianca suficiente pois seria falta de educacao para com os outros,seriam momentos e circunstancias intimos de cada pessoa e foi assim que em crianca aprendi a nao faltar ao respeito a nimguem com os meus momentos intimos do meu corpo!…mas no caso do Salvador nem sequer se tratou disso,no caso do salvador ele foi mal educado,foi rebelde,foi cinico e nao teve respeito nem pla causa que o levou ali,nem teve respeito plos colegas artistas nao teve respeito plo presidente da republica que tambem o estava a aplaudir nem por ele proprio que acabou por manchar a imagem que toda a gente teima em fazer dele mas que nem todos concordao ou gostao dele ou do modo como diz as coisas!…afinal quem e o Sobral? So ouvi falar no nome dele como artista apenas porque foi intrepretar a cancao da irman,nunca tal nome ou pessoa eu tinha visto antes ou ouvido falar,agora sim conheco porque o ouvi em direto para milhoes de portugueses dizer que se estava a cagar pra todos eles e para os aplausos dos mesmos. E um ser parvo arrogante e mal criado!…

    Gostar

  10. O peido é um direito que passa a dever cívico num ápice.
    O Salvador pode e deve dá-los quando quiser, da forma que mais prazer lhe der. Ninguém tem
    nada com isso.
    Mas ética, bom senso e, acima de tudo, boa educação sobrepõem-se ao conflito de falar em peido quando a assunto é outro: solidariedade.
    Que desse os pedidos que quisesse: que bom que é o alívio, uma libertação! Mas não vinha a propósito falar da sua vontade de os dar, alto e bom som, ali, naquele momento mágico que Portugal e os portugueses se uniu com quem sofreu tanto há tão pouco tempo, só isso.
    Portugal deve muito ao Salvador; principalmente o orgulho nacional que fez despertar em corações já descrentes (como o meu).
    Por isso, pedia-te à vontade, Salvador, mas eu quero lá saber…

    Gostar

  11. Não gostei….foi de muito mau gosto.
    Venham todos os moralistas, todos os intelectuais, dizer o contrario, todas as cabecinhas pensantes. NÂO GOSTEI

    Gostar

  12. João Vasco como gostei do seu comentário. Somos um País de tristes puritanos. Viva o Herman José na desgarrada com o Canário fez-me rir à gargalhada

    Gostar

  13. No fundo, no fundo, isto é tudo gente que gosta de andar na merda. Mesmo que seja merda intelectual. Não consigo habituar-me e não tenho atraz de mim Comissões de Inquérito nem bailes “Patinho” . No entanto, tenho pena de quem é doente e até posso ajudar na cura.

    Gostar

  14. Mas é que deixo mesmo. …..

    É como o Salvador diz e com toda a razão, se não tivesse ganho a Eurovisao , eles o povo , estava-se a peidar , para o Salvador.

    Tenho dito !

    Parabéns Salvador, e não deixes de ser quem és. Abraço

    Gostar

  15. Um bom peido é dado comeio do cu||||Mas na falácia se diz que o peido é uma mensagem enviada ao olho do cu dizendo:: abram que a seguir vem aí merda|||De um radiotelegrafista.

    Gostar

  16. O peido do Salvador não lhe ficou bem! mas, que fazer, ele é assim, só pensei, vai ouvir ralhar da irmã.
    Ele é excêntrico pensa desta forma e vai ser sempre assim.
    Quanto ao cronista João Vasco Almeida, gostei da sua apreciação feita.

    Gostar

  17. Bom texto sem dúvida! Inteligente, cómico, boa contoação informativaassim ao estilo de crónica e com conteúdo. Nem é prciso dizer mais nada! Com humor e inteligencia, tudo foi escrito!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s